domingo, 19 de fevereiro de 2012

10 regras para escrever ficção / 10 rules for writing fiction

  1. The reader is a friend, not an adversary, not a spectator.
  2. Fiction that isn’t an author’s personal adventure into the frightening or the unknown isn’t worth writing for anything but money.
  3. Never use the word “then” as a conjunction ­ – we have “and” for this purpose. Substituting “then” is the lazy or tone-deaf writer’s non-solution to the problem of too many “ands” on the page.
  4. Write in the third person unless a ­really distinctive first-person voice ­offers itself irresistibly.
  5. When information becomes free and universally accessible, voluminous research for a novel is devalued along with it.
  6. The most purely autobiographical ­fiction requires pure invention. Nobody ever wrote a more auto­biographical story than “The Metamorphosis”.
  7. You see more sitting still than chasing after.
  8. It’s doubtful that anyone with an internet connection at his workplace is writing good fiction.
  9. Interesting verbs are seldom very interesting.
  10. You have to love before you can be relentless.

2 comentários:

Carla M. Soares disse...

Hummm. Suponho que estas dez regras sejam pessoais e mudem de escritor para escritor. Não concordo com todas, por exemplo... porque havia a inernet de perturbar a minha escrita? Escrevo no café, com montes de ruído há minha volta e nem isso me incomoda! A net tem, aliás, sido muito útil para pesquisas rápidas de termos ou lugares, pequenas coisas. A questão da pesquisa "intensiva"... bom, suponho que depende do que se escreve, não é? Agora, com a questão do "and" concordo plenamente, se o que ele quer dizer é que é preciso saber usar as palavras e construir frases!

Ana Tarouca disse...

Carla
Também considero a internet fundamental para pesquisa.
Acho que certos trabalhos como por exemplo um romance histórico exige muita pesquisa. Há é quem faça uma pesquisa tão exaustiva que nunca passe efectivamente a escrever.
Quanto à questão da internet eu interpretei a afirmação dele em termos de dispersão. É tão fácil esquecermo-nos da vida a navegar na net que a escrita pode acabar esquecida e a sessão de trabalho acabar por ser pouco produtiva.
Claro que estas regras são pessoais e discutíveis e haverá quem se identifique com elas ou não. É legítimo.
Agradeço o comentário mais do que pertinente.
Ana

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin